segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Porque




chorar de imensa FELICIDADE é possivel!!!

Hoje sinto-me feliz e ninguém me irá roubar esta felicidade.

Porque hoje estou com o coração cheio, tão cheio tão cheio que as lágrimas caem sem dar conta....

Ser mãe vs estar desempregada


Não, não sou eu mas sim um texto que li sobre uma menina que dizia que queria ser mãe e o marido achava cedo, mas que ela queria e muito, que não entendia o porquê de o estado e segurança social não ajudarem em casos como o dela.

Até aqui tudo bem, tirando a parte do estado e da segurança social.
As pessoas estão tão habituadas a estar em casa a coçar a micose, enquanto o estado paga rendimentos minimos, subsidios de desemprego, rendimentos de inserção e afins que como é lógico hoje em dia compensa mais estar em casa a ver a novela, ou as tardes da Julia, ou até mesmo no café a falar da vidinha alheia de cada um, sem sequer olharem para o seu próprio umbigo.

Mas passando à frente que isto um dia vai dar post, sim que o meu irmão foi pedir empregados ao fundo desemprego, visto estar cheio de trabalho e só um apareceu para trabalhar, o resto da "gentinha" só levou um papel para ele assinar, mas depois venho aqui contar o tipo de pessoas que este estado está a criar.

Ora bem, voltando ao assunto ser mãe, perguntaram a esta menina que idade tinha e o porquê de o marido achar cedo terem filhos, até que ela responde que tem 20 ele 25 e que ela está desempregada... aqui entendi a parte de "ah e tal a segurança social devia ajudar casos como o meu..." ok, procurar emprego é que não, para quê?

O marido tem emprego certo, ela recebe do fundo desemprego de certeza...

E lá estou eu a fugir de novo ao titulo, shame on me....

Ora bem, que uma mulher engravide "sem querer", embora o sem querer para mim é muiiiito relativo, e esteja desempregada... entendo que se veja aflita.

Uma mulher que engravide e coitada acaba o contrato e vem para a rua... Sim entendo.

Agora como pode uma mulher querer ser mãe sem ter condições para tal?

Hoje em dia não podemos dizer "ah eu quero um flho por isso vou tê-lo dê por onde der", egoismo puro...

Claro que não vamos estar à espera que nos saia o euro milhões, não nem eu que sou radical faria isso, mas pelo menos ter as coisas mais ao menos organizadas, isso sim deve-se fazer.

Ora vejamos, é preciso comprar bens essenciais para uma criança, é preciso roupa, medicamentos, idas ao médico, se não tiver leite materno para dar é preciso leite de farmácia que caso não saibam é carissimo.

Um filho não se cria só com amor, hoje em dia não.

Se fosse por aí eu também queria um filho... eu teimo todos os dias que a minha filha tem de ter um irmã/o mas como tenho a cabecinha bem acente eu penso, neste momento ela tem 4anos ainda precisa muito de mimo, se não tenho tempo para ela como vou ter para 2?
Se a minha vida não está estavel que estabilidade irei eu dar a 2seres que não tem culpa de vir ao mundo?

Por isso há que pensar antes e agir depois. Uma coisa é se dizer "eu quero um carro" e no dia a seguir vai à loja e endivida-se até aos dentes, outra é se dizer "eu quero um filho" e tê-lo...

Um filho não é um objecto, em que se usa e se chatear muito ou se não der para sustentar se deita fora, ou então ir à Deco, quem diz Deco diz outra instituição qualquer, pedir ajuda "olhe eu tenho um filho mas não tenho como sustentá-lo dá para ficar ai com ele até eu poder tê-lo de volta?"

Que se passa neste raio de mundo?!!

sábado, 21 de agosto de 2010

"A thing of beauty is a joy for ever"

"I almost wish we were butterflies and liv’d but three summer days–three such days with you I could fill with more delight than fifty common years could ever contain." – John Keats

Bright Star

Vi este trailer no blog da Neni, adorei o trailer, saquei o filme e... Amei o filme.

Lindo!!!

Devia haver amores assim, amores inocentes, amores eternos, amores onde falam de sentimentos, onde vivem cada momento como se do ultimo se tratasse.

sábado, 7 de agosto de 2010

Eu???!!!


Eu sou aquela que deixou de acreditar que o amor existe... Não para os outros mas para mim.

O amor é lindo, é optimo, é um sentimento unico mas acredito piamente que só aconteça a algumas pessoas serem felizes.

Nem todos podemos ser iguais eu sou uma delas.

E agora vou ali tomar banho que tenho um curso ´para fazer.

Até Já!!!