terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Ele

Ontem deu um passo de gigante, disse aquilo pelo qual esperava há 4meses, tem-me mostrado com actos tudo o que eu queria e continua perfeito como até hoje.
Mas no momento que ele me disse aquilo e deu um outro avanço em direcção a mim eu senti-me fraquejar, e as pernas tremeram, e bloqueei!

Claro que ele reparou, claro que me perguntou quais os meus medos, assustou-se com a possibilidade dos papeis se inverterem e agora ser eu a fugir dele. E eu lá expliquei os medos, expliquei o aperto que sinto e como ele já passou pelo que eu passei entende-me e é nisto que somos perfeitos e encaixamos, nisto e muito mais. Entendemo-nos!

E em vez de estar a aproveitar cada minuto de felicidade com ele, dou por mim com um aperto e uma ansiedade parva, porque...

- E se corre mal
- E se é tudo muito rapido
- E se ele foge de novo
- E se eu o magoo
- E se ele me magoa
- E se mudarmos os dois daqui a uns tempos e virmos que afinal não é tão perfeito

Um mundo de ses parvos, e como sempre dou por mim a complicar as coisas, tudo e só porque é bom demais, porque comigo nada é perfeito, há sempre algo que corre mal.
E proferir facilmente as palavras "estou feliz" assusta-me, porque a vida é madrasta e nunca me deu descanso e agora que mo está a dar por algum tempo indefinido eu fico paralizada.

Mas sim estou feliz, e como diz uma amiga minha "dá gosto ver-vos juntos, é como se vocês fossem as ultimas peças de um puzzle, e juntos completam-no".
E eu apenas digo "Por isso mesmo é que esperei por ele, por isso mesmo é que o deixei voar quando o queria perto de mim, por isso mesmo é que esperei que ele pusesse as ideias em ordem... e voltava a fazer tudo de novo".

Agora é tentar desligar-me dos ses, dos medos e aproveitar o que de bom temos, e se um dia correr mal é porque teve de correr.
(repetir isto mil vezes na minha cabeça a ver se encaixa bem)

Adenda: Os que aqui me seguem e me conhecem, não não esqueci de ninguém, nem esqueço as amizades, apenas ando empenhada em mim e na minha vida, pelo menos para já. Os amigos verdadeiros entenderão e saberão que seja para o que for continuo por aqui!!!

7 comentários:

Isa disse...

Vive com intensidade esses momentos felizes! Se neste momento têm tudo para dar certo porquê pensar no amanhã? Tu tens direito a ser feliz. Esquece os "ses".

Obrigada por tudo!
xi-♥

Su disse...

E se afinal se entenderem?
E se forem felizes?
E se as doces beijocas forem saborosas demais?
E se os bons momentos compensarem o risco?
Querida, e se viveres o tempo todo a perguntares-te "e se eu tivesse arriscado"?
Quem tem "o dito" tem medo, mas também quem não arrisca, não petisca, por isso...vai em frente e aproveita enquanto for bom. Se um dia deixar de o ser...sejam grandinhos o suficiente para o assumir e cada um seguir o seu caminho, antes que a coisa azede.
beijocas e sê feliz linda

Menino De Sua Mãe disse...

E se vivesses o dia de hoje, e não os medos do amanhã?

E se acordasses todos os dias a amá-lo, e de deitasses todos os dias com vontade de o voltar a amar no dia seguinte?

E se ele fizesse o mesmo?

E se isso bastasse?

:)

G. disse...

Ao ler o teu post identifiquei-me com ele... Também me sinto interessada numa pessoa.. E esses "se" estão sempre na minha mente. Um dia parece que quer, outro dia parece q não...
mas fico muito feliz por ti!!! é tão bom voltar a acreditar!! :)
Beijinhos.

Marciana disse...

"Agora é tentar desligar-me dos ses, dos medos e aproveitar o que de bom temos, e se um dia correr mal é porque teve de correr". Acho que vais encaixar isso bem.

Aproveita o hoje e nunca penses no amanhã.

Vai correr tudo bem. Mereces.

:)

Life is what it is disse...

Isa obrigada pelo que? Ja sabes que se precisares estou sempre no mesmo lugar ;)

Su, obrigada pelas palavras. Eu arrisco sempre, mesmo com medo, porque nunca sei o que a vida tem para me dar e posso fechar-me a algo que me vai fazer feliz. Ele faz-me feliz, com medos ou sem medos não desisto! :)

Menino, mais uma vez adorei as tuas palavras, acho que as vou reler sempre que me sentir mais assustada nesta nova caminhada!!!

G. eu estava nisto há 4meses, ele tanto queria como não queria. Começamos com uma amizade colorida, mas a amizade entre nós cresceu, e mesmo quando ele dizia que não gostava de mim eu não acreditava, há actos e situações que te fazem sentir se aquela pessoa gosta de ti ou não. Deixei-o "voar" sempre que ele fugiu de mim deixei-o ir, se tivesse de ser meu seria. E eu decidi esperar por ele, porque acho que nos encaixamos bem, porque no meu intimo sabia que era ele que eu queria, não me perguntes porquê, todos me disseram para seguir a minha vida e a todos dei a mesma resposta "é bom demais para ser verdade, posso estar enganada mas continuarei a esperar por ele, parece que ele bate certo".
Foi a primeira vez que deixei alguem partir da minha vida como fiz com ele, sem dramas (que ele vi-se lógico porque acredita que andei uns dias completamente em baixo) sem confusões apenas lhe dando o espaço que ele precisava para meter as ideias no sitio.
Resultou. Sofri, claro que sim, mas voltava a fazer tudo de novo, e voltava a dizer que esperava por ele. :) Nada na vida é por acaso, e acredita que tudo o que já passei na vida até hoje ensinou-me muita coisa. Quanto a ti, com calma, com paciencia, vais ver que tudo se resolve ;) e sim vais ter dias (tal como eu) que achas que tudo na vida esta contra ti.

Marciana obrigada pelas palavras :) vou reler varias vezes a frase!!

Ana João* disse...

E é tão bom andar assim..Tenta não pensar nos "e se.."..aproveita =D aproveita agora que estão bem..

Nem sempre é fácil..claro que não é..mas nada como nos deixarmos ir..e ver o que acontece *.*